10/11 – De Adolfo Gonzales Chaves a Viedma

O Boni fala que agora os problemas deixaram de ser merdas e viraram aventuras, e é verdade, no dia 10 ele queria enfiar a cabeça num buraco e não tirar mais rsrsrs mas na hora foi engraçado, e hoje é só mais um motivo para zoeira rsrs, bem, bora lá para mais um dia?  😉

O dia 10/11 novamente foi de muito chão, fomos de Adolfo Gonzales Chaves a Viedma, aproximadamente 516 kms.

Fizemos nesse dia também a primeira manutenção nas motos, trocando o óleo das motocas na cidade de Bahia Blanca, numa concessionária excelente, a Salta Motosport. Chegamos por lá perto das 12 horas, e curiosamente, por o dia ser bem longo (começa a anoitecer por volta das 20 – 21 horas), o comércio tem um horário doido, e praticamente tudo fecha para o almoço. Trabalham das 08:00hrs a 12:30hrs e de 16:00hrs as 20:30hrs.

 

 

 

 

 

Bem, realmente tivemos um bom atendimento, o pessoal foi gente boa, e até atrasaram um pouco o almoço deles para dar conta do serviço. Após finalizarem, saímos rápido da loja para não atrapalhar mais…todo mundo já com as motos lá fora…rapidinho fecharam tudo e foram almoçar.

Na Esquina da loja havia uma casa de doces e salgados deliciosa, e para não perder tempo, comemos qualquer besteirinha por lá, um casal gente boa no atendimento, foi bem legal, prático e gostoso. E com tanto pão de queijo em Minas Gerais, olhem o que ganhamos lá na Argentina? Mais pão de queijo rsrs o Kpot fez a festa rsrs

 

Bem, o objetivo era partir o qto antes, mas….

ao subir nas motos….

eis o inesperado! Essa explicação vai por vídeo, porque se eu escrever ninguém vai botar fé kkkkkk

Pois é, o afilhado esqueceu o capacete dentro da concessionária! Justamente ele que faz de tudo para não dar trabalho na viagem kkkkkkkk eu olhava pra ele e rachava de rir da angustia dele kkkkkkk e o pior é que até a lanchonete fechou para o almoço rsrsrsrs tivemos que ficar na calçada, sentados, por mais de 2 horas esperando os caras da oficina kkkkk.

 

Qdo os caras chegaram ficaram preocupados achando que era problema com o serviço… mas não, abriram a oficina pontualmente as 16 hrs, e aí sim, #PartiuEstrada , tentando compensar o tempo perdido rsrs.

 

 

 

 

 

Novamente retas e mais retas, o que fez a viagem render bem. Num posto de gasolina encontramos o Paulo, um rapaz doido e gente boa de Rondônia. Como não sabíamos exatamente onde ficar, e ele iria para Viedma, incorporamos ele no bonde e fomos todos pra lá.

 

Viedma é uma cidade linda, mas cara, com hotéis chiques e nada acessíveis ao nosso bolso rsrs ficamos então num hostel razoável, mas novamente sem garagem, e cada vez que lembramos do banheiro e do chuveiro de lá, escorre uma lágrima pelo rosto rsrsrs.

 

 

Após a janta, todo mundo pro hostel descansar e relaxar do stress do dia rsrs. Bem, esses  percalços acontecem nas melhores famílias, nos melhores grupos de viagem, e mais divertido ainda quando ocorre entre os melhores amigos rsrs apesar de toda zoeira e tensão, no fim deu tudo certo rsrs estávamos dentro do nosso cronograma e seguindo viagem tranquilamente. Na verdade, as coisas deram certo demais, descobrimos que a região de Viedma possui lugares incríveis, e que teriam passado em branco se não tívessemos passado por lá, então bora para o próximo post, pois garanto que valerá muito a pena 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>