Giro Latino – Março de 2014 – Planejamento 2

Meta de 2014: fazer uma viagem de moto até Macchu Picchu.

2014 já começou e estamos a todo vapor. o Giro Latino está saindo do papel o/

Férias devidamente marcadas o/

Roteiro bem encaminhado, muitas coisas compradas e mais coisas ainda estão por vir o/
 
Participantes: Carlos Boni / Noellen / Estamos procurando um terceiro integrante
Motos: Teneré 250 / Lander 250

  1. Rota:

Link no Google Maps


O destaque em Vermelho é que estou verificando se existe alguma forma direta de ir de Humahuaca AR a San Pedro do Atacama CH

Sim, vamos passar em Antofagasta, apenas vamos verificar se ficaremos em San Pedro do Atacama e faremos BV, ou ficamos uma noite por lá ou ainda vamos pra lá no último dia e partimos a volta por lá, indo direto para Salta AR.

    2. Rota Detalhada


Pontos turísticos a visitar:

Cuzco – Perú: Machu Picchu, Vale Sagrado, a cidade de Cuzco, Sacsayhuamán, Qenqo, Puca Pucará, Baño del Inca
Puno – Perú: Lago Titicaca e as ilhas flutuantes
Coroico – La Paz – Bolívia – Estrada da Morte
Potosí – Bolívia: Catedral Gótica, Casa da Moeda e principalmente pacote turístico para o salar do Uyuni
Antofagasta: Mano Del Desierto
San Pedro de Atacama: Deserto do Atacama

    3. Documentos a providenciar 

RG Recente  :(
Cartão de Vacinação Internacional :(
Passaporte :) ok
Moto no nome do condutor :(
PID – Permissão Internacional para Dirigir
SOAP – Seguro Obligatorio de Accidentes Personales
Documento do Veículo :) ok
Carta Verde :(
SOAT – para o Perú :(
Cartão de Viagem Internacional :(

    4. Acessórios e gastos antes da viagem – por enquanto

    5.  Estimativa de gastos durante a viagem

27 dias – 100 dólares por dia
$ 2700 dólares  = R$ 6 mil (tomara que seja beeeeeem menos :'( )

Dicas: Dinheiro, Argentina tem que ter dinheiro vivo (leve dólar e troque na
fronteira). Cartão é muito bem aceito no Chile. Uruguai também nas
grandes cidades.

    6. Temperatura dos locais a serem visitados

  • Macchu Picchu – chuva – Em geral, a época das chuvas é entre Dezembro e Março, mas a sua
    intensidade varia muito de zona para zona e ano para ano. As chuvas mais
    fortes ocorrem em Fevereiro. Este não é um mês recomendado para viagens
    a cordilheira. A Trilha Inca está fechada durante este mês. Em Janeiro e Março as chuvas são menos intensas e na forma de pacadas rápidas

   7.  Hospedagens – ainda procurando

Cáceres/Tangará da Serra MT Se for possível no Quasenada
Rolim de Moura RO Junior Tortola

    8. Concessionárias Yamaha para trocar o óleo no exterior

    9. Outras dicas:

6 comentários sobre “Giro Latino – Março de 2014 – Planejamento 2

    1. Unknown

      O trajeto de Cuiabá, a Porto Velho, é melhor via Cáceres, pontes e Lacerda, Comodoro e Vilhena. Via Tangará da Serra, a estrada tem trechos ruins e de Campo Novo dos Parecis a Sapezal, além dos buracos tem que pagar pedágio pros índios.( 60km de terra indígena).

  1. renato romano

    Moro em Ariquemes, a 200km de Porto Velho e minha esposa chegou do Peru a 1 semana, se precisarem de algum apoio por aqui, podem contar conosco.
    (69) 9227-9956 meu email crenato@hotmail.com

    Se quiserem podem ficar aqui em casa, moro a 1.500mts da BR e fica a 200km de Porto Velho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>