Cachoeira dos Pretos – 06/04/2013

“As pessoas entram em nossas vidas por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem” – Lilian Tonet
A frase acima representa bem esse final de semana. Já analisou quantas pessoas passam por nossas vidas, e quantas deixam algo especial? São raras as que proporcionam momentos que valem a pena, e como é bom ter amigos que fazem a diferença em nosso dia a dia.
No último sábado fui com meu amigo Tubarão para Joanópolis, conhecer a cachoeira dos Pretos. Já tinha ouvido falar de lá, mas não imaginava que era um lugar tão lindo. 
Saímos cedo para motocar, nos encontrando na Fernão Dias, e cada dia vejo o quanto preciso subir de cilindrada viu, com a V-Strom dele… não é tão legal acompanhar uma Fazer que está perto de precisar fazer o motor =/ mas logo logo uma maior chega rsrs
O caminho pra  Joanópolis, saindo da Fernão está com alguns trechos ruins, e partes até sem asfalto. Mas sem problemas, deu tudo certo.
Felizmente voltamos sãos e salvos de lá, se tratando da terra do Lobisomem, é bom não marcar bobeira né. Diz a lenda que por lá exitem vários homens-lobos, e quando uma família tem sete filhos, o mais velho deve batizar o mais novo, para que não virem lobisomem, pelo sim ou pelo nao, melhor não brincar com coisa séria né rsrsrs.
Achei a cidade de Joanópolis linda, pequena, simples, ainda com pedregulho em volta da praça acredita? Sinto saudade de morar em lugar assim, um pedacinho do paraíso e da tranquilidade.
Paramos em uma loja excelente e cheia de curiosidades.

E lá parece a terra da cachaça viu, quantas opções… em outras épocas teria trazido várias para presente rsrs

Seguimos para a cachoeira por uma serrinha deliciosa, ahh esses caminhos no meio do mato *-* são mágicos.

Finalmente chegando a cachoeira, e se encantando ainda mais com o local. É a mais alta do Estado de São Paulo, com mais de 150 metros.

A estrutura do local é fantástica, com bons restaurantes e vários atrativos.

E com a paisagem extremamente bela *-*

Ohh medrosa pra andar nas pedras e tirar fotos né kkkkk na próxima vou de tênis viu rsrs

Eu brilhantemente deixei meu óculos cair na correnteza, o Tubarão ainda tentou salvar mas não teve jeito, já era =/

Pra dar um pouquinho mais de emoção, fomos de Jipe para o topo da cachoeira, e realmente, que emoção !!!! Estradinha complicada… mas com um pouquinho mais de coragem, queria ter uma moto apropriada e me aventurar com as duas rodas nessas estradinhas 😀 quem sabe algum dia me aventuro assim rsrs

Segurança 100% né, mas foi bem legal, recomendado!!!

 

A natureza é realmente fantástica né…

Lugares realmente encantadores…

Com companhia pra lá de especial 😉

Pra fechar o dia, almoçamos muito bem e ficamos batendo papo. Aprendi bastante sobre moto clubes, a cultura, as “tretas” e toda a responsabilidade envolvida em vestir um colete, é muito legal conversar com pessoas que levam o espírito de irmandade e de amor ao motociclismo a flor da pele. Quem sabe algum dia tbm encontrarei um MC pra levar com orgulho o brasão no peito.
Dia incrível, divertido e enriquecedor, vlw a cia Tubarão :-) Como disse no começo do post, as vezes encontramos amigos que desejamos que se tornem presentes no nosso dia a dia, e isso não é por acaso, é simplesmente pela identificação quanto aos gostos e paixões, e as duas rodas são excelentes alianças para esses sentimentos.
Até a próxima  o/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>