Sete Lagoas com os Highlanders – 25 a 27 de Janeiro

Na minha primeira viagem com os Highlanders – para o sudestão – em Maio de 2012, questionei em uma imagem o que move um grupo a cruzar fronteiras simplesmente para passar um final de semana junto, bater papo, dormir em albergues, enfrentar chuva, sol…e muitos, muitos km’s.

Bem, sinceramente eu ainda não consigo explicar o que acontece, dizer que é apenas pelo gosto por moto em comum não é suficiente, porque vai muito além… Pensar apenas em amizade… não, acho que tem muito mais envolvido. Mesmo não encontrando palavras que descrevam essas sensações, podemos todos dizer que sentimos… sentimos a torcida e a preocupação para proporcionar o melhor final de semana possível. Sentimos a alegria do encontro pessoal depois de tantas vezes apenas trocar ideias virtualmente. Sentimos a tristeza ao saber que algo deu errado com um dos participantes e que por isso não poderão comparecer, sentimos falta dos que disseram que não tinha jeito mesmo de comparecer, sentimos alegria por rever ou conhecer mais aventureiros… e sentimos que estamos fazendo o que é certo, o que vale a pena, mesmo que nem todos consigam compreender tamanha aventura.

Todas essas sensações tive novamente em mais um encontro com a galera, dessa vez num churrasco incrível e divertidíssimo em Sete Lagoas, e sim, com a galera dos Highlanders, e esse foi pra começar o ano com chave de ouro hein 😉

Saímos cedo de São Paulo com destino a Sete Lagoas, preciso comentar meus créditos porque acertei certinho o PE hein, estou ficando craque em andar naquela cidade doida rsrs.

Foi a primeira vez que passei na Fernão Dias pilotando, nunca fui pra MG por esse lado. A pista não está ruim, embora tenha o asfalto desgastado em algumas partes. É muito chato a quantidade de pedágios, a todo momento aparece algum ¬¬’ por enquanto são baratos, apenas R$ 0,70 para moto, mas enche o saco td hora ficar parando pra isso.

Durante o caminho pegamos sol… pegamos chuva… pegamos sol… pegamos chuva… é, não tem moto que aguenta, olha o estado da pequena =/

Até Contagem MG em que estávamos na Fernão a viagem correu bem, quando entramos em Contagem e nas vias locais… aí a qualidade do asfalto caiu feio. Além de ter dezenas de radares a 60 km/h, havia crateras no asfalto, um perigo danado ¬¬’

Chegamos cedo em Sete Lagoas e logo localizamos o Hostel que ficaríamos.  Foram muito atenciosos conosco e fizeram tudo conforme o combinado, mas também, se não fizessem e falássemos pra Maria Cecília… coitados kkkkk

Após as acomodações logo o Rodrigo Magrin do RJ chegou, e deixou tudo ainda mais divertido. O Rodrigo e eu já percorremos muitas estradas… boas lembranças e foi muito bom revê-lo. Como ele já havia morado em Sete Lagoas nos levou para conhecer a cidade, mostrar os melhores lugares… e começamos pela serrinha e pelo mirante, que espetáculo de vista.

Mas sabe uma coisa chata?… As fotos não chegam nem perto de demonstrar a vista maravilhosa, só estando pessoalmente para comprovar, afinal, só a vida mesmo pra vir em Alta Definição 😉

Fomos observando anoitecer… e a cada momento mais encantador.

Próximo destino foi a feirinha central, muita coisa interessante…

E olha o que 700 km’s fazem com a cabeça de uma pessoa … rsrs 

De lá, guardamos as motos e ainda fomos para um barzinho, foi legal que nesse meio tempo, por coincidência já encontramos a galera de MG o/

 

No sábado, eis que finalmente é o dia do churrasco, o tempo ainda estava chuvoso… mas mero detalhe.

Obrigada Magrin e Ianagui pelo trato na minha moto… a carenagem estava solta =/  vlw pela mexanicaria improvisada e emergencial :-)

Como a galera é “muito responsável” e todo mundo anda preocupado com a Lei Seca, nos aventuramos a ir pra lá a pé, alguns chegaram meio desfalecidos… mas chegaram o/

Uns chegaram cheios de energia… mas deixa pra lá 😛

O churrasco foi show demais, um lugar lindo, todos super bem servidos, comida deliciosa e ainda com apresentação musical do Trinta e do Bargas… ahhh estamos mal acostumados com esses encontros viu 😛

Algumas das fotos abaixo são créditos do Cristiano e do Nando, capricharam 😉

Separados no nascimento hein rsrs

É sempre muito legal rever as amigas né 

E as fotos oficiais:

A com o Bargas..

E a com o Nando

Alguma dúvida de que foi o máximo?

No domingo de manhã, logo saímos em direção a SP, já que os homens são enrolados e nós ficamos prontas rapidinho né Adriana, dá tempo até de tirar onda por aí…. show a Harley do Fred hein, se pelo menos conseguíssemos levantar do pesinho =/ já seria um bom começo rsrs

E é isso aí, mais 1382 km para carreira

Um final de semana tão incrível só reforça que não precisamos de explicações, mas de mais momentos assim, é estar no lugar certo e com as pessoas certas. Galera de Minas que possam vir conferir as fotos e o post, todos nós só temos a agradecer todo o carinho e atenção, não é fácil organizar tudo, mas fica de coração o reconhecimento por tudo o que proporcionaram.

Show demais !!! Quero de novo o/ logo logo

Um comentário sobre “Sete Lagoas com os Highlanders – 25 a 27 de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>