Pensando …

Pensando … é bem assim que estou nesse momento. Recentes viagens e conversas andam me fazendo pensar muito, me induzem a aprender cada vez mais, mesmo tendo um sentimento estranho em saber se isso é certo ou errado. E ir pra estrada é uma das melhores formas de colocar a cabeça no lugar, ou então bagunçá-la de vez, já que é um dos poucos momentos em que podemos ser apenas nós mesmos, e isso, o que significa?

Bem, dando uma pausa nas caraminholas rsrs vamos à viagem de hoje…

Hoje de manhã trabalhei um pouco, estamos com um volume grande de serviço, mas tudo está caminhando conforme o esperado, DIRF batendo, SPED’s saindo, e “vamo que vamo”.

Atualmente tudo é motivo para eu querer pegar minha moto e dar um passeio: Acabou o leite? Que tal ir buscar em outra cidade? Vai que está mais barato … boa desculpa essa hein 😉  … e a desculpa de hoje foi ir buscar doce de leite 😀 não deem risada, é verdade, mas não é qualquer doce, é o melhor doce de leite caseiro que já comemos, e os culpados disso é o pessoal do apiário Santa Emília, em Itupeva.

Foi a primeira vez que fui direto para Itupeva saindo de Jundiaí, e é tão pertinho, o asfalto não é lá essas coisas, mas até que foi legal. Achei o apiário facilmente, e fiz as compras: 3 potes e doce de leite o/ , 2 de mel, 1 vinho, 4 coalhadas e mais algumas coisinhas … ahh mais um ponto positivo para o apiário é o atendimento, todos maravilhosos, vale a pena ir com a família conhecer.

Tinha combinado com meu amigo João que levaria mel e coalhada pra eles, então saindo de lá segui rumo a Indaiatuba, e gostei tanto do caminho… estrada tranquila, bonita, bom asfalto, relaxante, revigorante !

Dei uma parada para tomar uma vitamina apenas, e tenho a leve impressão que o cara não gostou que eu fotografasse, ficou olhando com uma cara de desconfiado rsrs

Pra chegar em Indaiatuba foi realmente fácil, e mesmo na cidade já ando conseguindo me localizar. Achei facilmente a casa do João, e fiquei um tempo batendo papo por lá … aprendendo muito! Uma rápida saída para ir chupar um sorvete e pouco depois já estava voltando pra casa, com a cabeça fervilhando rsrs. Obrigada pela recepção e instrução João e Andrea 😉

O retorno pra Jundiaí tbm foi tranquilo, esqueci de marcar exatamente, mas foram mais de 100 km tranquilamente o/

Ahh, vai parecer coisa de outro mundo, mas para concluir o post, uma música inspiradora:

😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>